Índice de Infestação predial de Aedes aegypti cai em Maringá

A Secretaria de Saúde de Maringá divulgou nesta terça-feira (2), o primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2016 que apontou o Índice Geral de Infestação Predial do Município (IIP) de 0,9%, considerado risco baixo pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O maior índice de criadouro do mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus foi encontrado no lixo intradomiciliar, correspondendo a 47,9% dos focos.
A pesquisa foi realizada entre os dias 25 a 29 de janeiro. No balanço divulgado pela Secretaria, até a última sexta-feira (29) a cidade registrava 494 casos notificados de dengue e 26 casos positivos.
O primeiro Liraa de 2016 demonstrou um índice melhor em relação ao quarto e último Lira de 2015, em que o índice foi de 3,2% considerado de médio risco. Fonte: Secretaria de Saúde – Secretaria de Comunicação de Maringá.

image

#luizjorgemoreira #infectomaringa #infectologia #maringa #cidadecancao
#saude #naodeixeaguaparada #vida #vidasaudavel #healthy #life #medicine #bugs #bestoftheday #determination #dedication #bomdia #goodmorning #happy #hardwork #healthychoices #video #highquality #hot #hospitalmunicipal #dehoje
#feliz

Dr. Luiz Jorge Moreira Neto - Infectologista
Compartilhe
Share

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.